top of page
  • Foto do escritorJuliana Bertoncel

Você sabe como deixar de ser uma mulher chata e reclamona?

Atualizado: 22 de jan.

como deixar de ser uma mulher chata e reclamona

Antes de abordarmos os comportamentos que podem tornar uma mulher desafiadora, é crucial reconhecer uma queixa comum:


a reclamação dos homens sobre as mulheres reclamarem muito, muitas vezes atribuindo isso à TPM ou outras justificativas evasivas.


Contudo, é essencial destacar que comportamentos negativos não são exclusivos do sexo feminino.


Homens também podem manifestar atitudes prejudiciais, como:


1. Falta de compromisso com seus deveres.

2. Não cumprimento de promessas e palavras.

3. Falta de integração no polo masculino, resultando em dramas.

4. Transformação do papel de protetor em agressor.

5. Falta de iniciativa e sobrecarga da parceira.

6. Comportamentos carentes, ciumentos e possessivos.

7. Priorização da mãe em detrimento da esposa.

8. Ameaças de suicídio como forma de manipulação.

9. Chantagem emocional ao resolver questões na relação.

10. Culpa da mulher por suas próprias decisões e problemas.


Estes "homens" ainda não atingiram a maturidade. Preferem ver as queixas das mulheres como reclamações, evitando assumir a responsabilidade de mudar e amadurecer. Essas são as responsabilidades deles!


Agora, dirigindo-me às mulheres, como evitar ser percebida como chata e reclamona?

Como deixar de pegar super pesado com a pessoa que você jurou amar e estar ao lado?


1. Parar de dizer que ele não faz “nada” pra ajudá-la -> passe a reconhecer e a enaltecer o que ELE FAZ, e diga o quanto você se alegra e se sente protegida com essa atitude dele.


2. Parar de forçá-lo a falar após um dia exaustivo de trabalho -> deixe ele ter a “caixinha do nada” para reorganizar as idéias e se livrar do stress do trabalho. Trabalhe em terapia a sua insegurança e carência.


3. Pare de corrigi-lo o tempo todo e não o constranja em público -> você não é mãe dele. Não tem o dever de educá-lo e muito menos deve expor em público suas insatisfações - isso é HUMILHAR o parceiro. Jamais faça isso! Como mulher, você deve incentivá-lo a conquistar novas coisas e mostrar que você confia nele, na capacidade dele.


4. Se você ainda estiver namorando com um homem imaturo descrito acima, pare de querer mudá-lo, salvá-lo, educá-lo! Pare de querer assumir uma postura de mulher guerreira para amenizar sua carência. Perceba que você reclama, reclama e reclama do seu parceiro mas continua com ele? Reconheça sua escolha: ou você assume esse lugar olhando pros seus DEVERES dentro da relação ou saia da posição da vítima e termine!


5. Se perceber constantes insatisfações, avalie seu próprio comportamento. A mulher crítica muitas vezes reflete feridas internas e desequilíbrios emocionais.


Dinâmicas ocultas e inconscientes podem influenciar esse padrão de comportamento. Especialmente para mulheres guerreiras com um feminino ferido, que ainda não conseguiram internalizar plenamente sua força de pai, os relacionamentos podem se tornar disfuncionais, afetando tanto a relação consigo mesmas quanto com o parceiro. A boa notícia é que não é preciso permanecer nesse ciclo

----

Querida leitora,

Espero que esteja bem! Quero expressar o quanto valorizo você como parte da nossa comunidade. Sua jornada é importante para mim, e o objetivo dos meus textos aqui no blog é oferecer apoio, orientação e caminhos de solução. É uma honra poder contribuir para o seu crescimento interior. Entendo que cada passo em sua vida é único, com desafios e vitórias próprias, e sei que nem sempre apenas um texto é capaz de proporcionar um espaço seguro e acolhedor para suas reflexões e crescimento pessoal.


Por isso, convido você a explorar mais sobre os benefícios da


Se, neste momento, sentir que um curso online pode agregar maior valor à sua vida, sugiro dar uma olhada no curso "Mulher Soberana". Ele foi projetado para guiá-lo na jornada de abraçar plenamente a sua força interior, transformando a mulher guerreira que vive em você em uma mulher soberana e segura em todas as áreas da vida, tomando toda a força do pai.


Lembre-se, estou aqui não apenas como profissional, mas como alguém genuinamente comprometida com o seu bem-estar. Sinta-se à vontade para entrar em contato, tirar dúvidas ou agendar uma sessão. Estou à disposição no WhatsApp (11.99217.1846).

Caso prefira, podemos manter contato pelo [ https://www.instagram.com/julianabertoncel ].


Com estima,

Juliana Bertelli Bertoncel

Prof. Especialista em Constelação Sistêmica e Terapia Vibracional





Comentarios


©© Copyright
bottom of page