top of page
  • Foto do escritorJuliana Bertoncel

A vida real da mulher que tem pavor de depender e dificuldade em receber:

Você conhece uma mulher que em algum momento estava arrumando a casa e quando você ofereceu ajuda, ela disse "NÃO, não precisa" mas, segundos depois, reclamou que ninguém a ajuda em nada?


Essa mulher tem dificuldade em PEDIR e em RECEBER ajuda. Quando ela percebe que depende de alguém, ela se sente sem controle da situação e à mercê das pessoas…


Ficar neste lugar a coloca num sistema de alerta, onde ela sente muita ANSIEDADE e fica com medo de reviver feridas de DESAMPARO EMOCIONAL vivenciadas na infância.


A “mulher guerreira" que não quer ajuda de ninguém, é na verdade um mecanismo de defesa para combater uma infância marcada pela SENSAÇÃO (não necessariamente realidade) de AUSÊNCIA de um PAI protetor. Foram filhas que sentiram que seu pai não estava por perto quando mais precisaram dele. Por isso o medo intenso de depender: sentem que não vão poder contar com ninguém caso precisem.


A questão é que, essas mulheres que aparentam ser “fortes” e que possuem medo de passar por desamparo emocional, são as mais vulneráveis candidatas a apresentarem dependência emocional.


Quando idealizam que vão receber de alguém, àquilo que ainda esperam receber de seu pai, se tornam dependentes desta pessoa, dando um poder imenso ao outro.


As mulheres que não sabem ainda tomar de forma completa e equilibrada a energia masculina de seu pai, vivem como meninas guerreiras que:


1) ou combatem os homens em seus relacionamentos, lutam contra o mundo para conquistar o que desejam, sentem que se esforçam demais e colhem poucos resultados, se sentem sobrecarregadas e tem dificuldade em pedir e receber ajuda...


2) ou são imaturas, se sentem incapazes e dependentes de um homem que "trave a luta" contra o mundo por elas, e nesta situação acabam se sujeitando a relações abusivas, usam frases como "sem ele não sei viver", "ele é meu mundo!" e esperam sempre que o parceiro tem a obrigação de saber o que ela espera dele.


A menina guerreira jamais irá prosperar em todas as áreas da sua vida enquanto não der espaço para que a Mulher Soberana. E para que a Mulher Soberana possa brilhar, é preciso curar internamente todos os padrões que ainda lhe mantém na menina guerreira.


Por isso eu criei o Programa Mulher Soberana, um programa imersivo e didático que te leva de volta pra dentro, para resgatar a mulher soberana que existe dentro de você. É a chave de virada que você estava procurando para começar 2023 com o pé direito!



Curta e compartilhe com a Mulher que merece aprender a se priorizar.


Juliana Bertoncel

Terapeuta Sistêmica e Vibracional

12 visualizações0 comentário

Comentários


©© Copyright
bottom of page