"A dor alivia, você cresce:

Mais saúde, mais alegria, mais vida, mais você!"

Você sabia que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a dor em geral atinge 30% da população mundial? Mas o que mais chama atenção nessas pesquisas é que:

 

  • 23% das brasileiras acreditam que é normal conviver com a dor

  • 58% abrem mão de algo que gostam quando estão com dor

  • 75% deixam de cumprir obrigações porque estão sofrendo com cólica ou dor de cabeça

 

Esses estudos evidenciam como a convivência com a dor tem impactado negativamente o estilo de vida, abalando diretamente a autoestima e a realização pessoal. 

 

Além disso, ao considerar esses incômodos como normais estamos deixamos de ouvir os sinais que o corpo está dando sobre algo que está acontecendo no âmbito físico, emocional e/ou psíquico. 

Dor Crônica / Depressão / Luto

Quais sinais?

 

Quando aprendemos a viver em silêncio e a negar nossa verdade emocional, nosso corpo grita pela nossa atenção. A dor funciona como um alerta para mostrar o que está em desequilíbrio no corpo, emoções, mente e na alma/na sua família/ancestralidade.

A doença nos leva a recordar que somos humanos e temos limites, e nos faz rever nossa relação tanto com a morte quanto com a vida. Ela nos faz DESPERTAR.

 

Despertar para quem? Para VOCÊ! Para quem você é!

 

O fato é que ninguém nasceu sabendo como cuidar de si e, muitas vezes, as vivências que passamos ao longo da vida só nos levaram ainda para mais longe de nós mesmos. 

 

Com o passar do tempo, aprendemos a construir muros e máscaras para nos proteger e esquecemos de quem somos. Nesse momento começam a surgir as aflições, bloqueios, limitações, medos, depressão, ansiedade, impotência e DOR... 

T​oda dor (física, emocional, psíquica e/ou conectada a ancestralidade) precisa ser vista, integrada, sentida. Sei que não parece atraente essa ideia e que talvez você me diga: 

 - Mas eu já sinto as dores o tempo inteiro... 

E eu lhe respondo: 

 - Se elas fossem ouvidas e acolhidas, e não apenas sentidas, elas já teriam ido embora! 

Toda dor tem algo para lhe ensinar sobre você mesmo, sobre seus padrões de fidelidade para com sua família, sobre comportamentos sabotadores, sobre benefícios secundários, e sobre não conseguir se sentir forte o suficiente para se colocar em primeiro lugar sempre. Somente olhando diretamente para sua dor, dando voz para que ela expresse suas angústias mais internas e realmente lidando com ela, é que você pode encontrar a riqueza, a beleza e a alegria que vem com a verdadeira liberdade. 

 

Mas, quando nos permitimos nos reconectar com quem verdadeiramente somos, relembrar nossa essência, todos esses anseios se dissolvem e no lugar se desenvolve sua autoestima e amor próprio. 

 

             É possível tratar a dor! É possível viver SEM dor!

 

No curso "A dor alivia, você cresce: mais saúde, mais alegria, mais vida, mais você!" você aprende a lidar de forma assertiva com a dor.

 

Ao mesmo tempo que você entende como respeitar os limites momentâneos impostos por ela, você também aprende como ir além e reverter o ciclo vicioso de dor crônica, e passar a se sentir cada vez melhor.

 

Passa a entender como a dor funciona no seu organismo e principalmente a aprender como impedir que ela se imponha sobre sua vida. Você reconquista seu poder de decisão sobre sua vida.

 

Tem o objetivo de identificar as dores da alma, os verdadeiros motivos que estão bloqueando o seu pulsar de vida, acolher, integrar e libertá-lo, e quando isso acontece, automaticamente o medo, a depressão, a tristeza, a falta de perspectiva e esperança, a insegurança desaparecem. 

 

Esse processo acontece através da união de audições e expressões sonoras com auto-conhecimento, meditações guiadas, respiração curativa, técnicas de liberação de traumas através da vibração da sua própria voz, técnicas e dicas de analgesia musical; constelação sistêmica, e psicoeducação sobre dor.

 

As aulas podem acontecer de forma individual ou em grupo, e também presencial para quem mora em São Paulo, e de forma online para todo Brasil.

 

Em todas os encontros há uma atmosfera acolhedora, onde os alunos têm a certeza de que serão ouvidos, compreendidos, realmente apoiados e que sairão com as ferramentas CERTAS para aliviar sua dor. 

 

Não precisa saber tocar nenhum instrumento, cantar ou meditar para participar dos encontros.

 

Como faço isso?

Entrevista para o jornal da TV Cultura sobre Musicoterapia e Dor

E MATÉRIAS

Entrevistas

Acolhimento, inspirações, e dicas para você lidar com a dor até nos momentos mais difíceis.

Musicoterapia e Dor Crônica

Com informação vou mais longe que a dor

Lançamento da Campanha - Março 2014

Tive o privilégio de participar do lançamento da campanha "Com informação vou mais longe que a dor". Essa campanha maravilhosa visa informar à população que ninguém precisa viver e aceitar a dor. É uma campanha que abrange o Brasil inteiro e que mostra que dor tem sim tratamento.

  • Facebook - White Circle
  • Youtube canal Terapia e Música
Instagram Terapia e Música