top of page
  • Foto do escritorJuliana Bertoncel

Todo pai é pai, mesmo de filho que não chegou a nascer!

É muito natural que os homens só considerem os filhos nascidos, seja pelo fato de nunca terem sentido no dia a dia a presença dos filhos que não nasceram, pela dor sentida com a lembrança da perda, ou pela mãe ter decidido sozinha pelo destino do filho sem nunca nem ter contado ao pai sobre a gestação.



No entanto, pai é pai - mesmo de filhos que não chegaram a nascer!

Todo pai tem um lugar dentro da família, com vínculo eterno, assim como o filho que não chegou a nascer.


Essa lei fala sobre a primeira Ordem do Amor - o pertencimento.


Se você é pai de um filho que não chegou a nascer, experimente retirar um tempo pra você neste dia dos pais, silencie, se conecte com seu filho(a) que não chegou a nascer e experimente dizer pra ele: “Eu sou pai. Eu sou seu pai. E você é meu filho(a). Que pena que você teve um destino breve. Eu agora olho pra você e lhe dou um lugar em meu coração e na nossa família. Eu sou seu pai!”


Juliana Bertoncel

Terapeuta Sistêmica e Vibracional

Comments


©© Copyright
bottom of page